segunda, 26 de outubro de 2020

Amor além do tempo


Amor além do tempo

Nesse Dia dos Namorados histórico, a pandemia do coronavírus criou uma situação inédita. Muitos casais estão a distância, mas vão comemorar a data cada um a sua maneira, na esperança de que todo esse caos passe logo. Vai passar. É uma questão de tempo. Esse mesmo tempo que inspirou nossa Lista especial.

O tempo não volta, mas está na memória, nas palavras, como explora tão belamente Diário de uma Paixão. Mas como cinema é magia, há também o tempo que se dobra e de alguma forma une pessoas de épocas diferentes, como vocês verão em A Casa do Lago. E o que dizer do tempo que a gente burla? Pois em Questão de Tempo a máquina do tempo é um dom, herdado de pai para filho.

Feliz Dia dos Namorados!


Romance
Diário de uma Paixão/The Notebook

Diário de uma Paixão/The Notebook

por SUZANA UCHÔA ITIBERÊ

Desde a adaptação de Uma Carta de Amor, em 1999, o best-seller Nicholas Sparks abasteceu Hollywood com mais 10 romances açucarados, que fazem enorme sucesso principalmente entre o público feminino. O mais popular até hoje é Diário de Uma Paixão, que em 2004 colocou Ryan Gosling (La La Land: Cantando Estações) no radar das adolescentes.

O diretor Nick Cassavetes é filho do ator e diretor John Cassavetes e da atriz Gena Rowlands, que completa 90 anos neste 19 de junho. No filme ela interpreta uma senhora com Mal de Alzheimer, que não reconhece nem o marido, interpretado por James Garner (Cowboys do Espaço). Embora esteja bem de saúde, ele não arreda o pé da casa de repouso e sua rotina resume-se a ler para a esposa o diário do título, na esperança que um lampejo de memória a traga de volta, mesmo que por alguns instantes.

É assim que voltamos aos anos 1940 e conhecemos Ellie (Rachel McAdams, Questão de Tempo) e Noah (Gosling). Ela é a garota rica que vai passar o verão com a família na casa de férias na Carolina do Norte. Noah é o operário de uma serraria, filho de um homem simples (Sam Shepard), mas culto. Basta um olhar e ele se enamora de Ellie, que não resiste por muito tempo aos seus galanteios. Diário de Uma Paixão é romance à moda antiga, um jogo de conquista que parte do flerte, começa casto e vai aquecendo até explodir. É de arrancar suspiros.

Mas esse é um romance improvável, ameaçado pela diferença social e pelos planos de vida de cada um. Obstáculos não faltam: a faculdade dela em Nova York, as artimanhas da mãe esnobe (Joan Allen) para separá-los, a ida de Noah para a Segunda Guerra, um novo pretendente (James Marsden) para Ellie. O enredo passeia entre presente e passado para fazer o elo entre os jovens apaixonados e o casal de idosos. É previsível, mas muito emocionante e emoldurado por paisagens lindas da Carolina do Norte.

Agora uma curiosidade. O diretor Cassavetes revelou que Ryan Gosling e Rachel McAdams não deram liga de primeira, ao contrário. O estranhamento foi tanto que a produção teve de intervir. O casal foi obrigado a fazer uma espécie de retiro para aparar as arestas. O ajuste deu tão certo que eles engataram um romance na vida real, saíram do MTV Movie Awards 2005 com o troféu de melhor beijo e fizeram até demonstração no palco. Está disponível na internet. Vale a pena ver.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Diário de uma Paixão/The Notebook
Direção: Nick Cassavetes
Duração: 123 minutos

País de Produção/Ano: EUA, 2004
Elenco: Gena Rowlands, James Garner, Rachel McAdams, Ryan Gosling, Joan Allen, Sam Shepard, James Marsden
Distribuição: PlayArte


Assista Agora!
Netflix NET NOW Vivo Play iTunes Amazon Prime Vídeo Google Play Youtube

Romance
A Casa do Lago/The Lake House

A Casa do Lago/The Lake House

por FÁTIMA GIGLIOTTI

Só mesmo o cinema pode dar vida a um romance maduro e verdadeiro separado pelo tempo. A médica Kate (Sandra Bullock, Bird Box) muda, com dor no coração, de sua casa isolada e tranquila em Illinois para trabalhar num dos principais hospitais de Chicago, na manhã invernal de 14 de abril de 2006. Deixa uma carta simpática e o contato para o próximo inquilino enviar as eventuais correspondências. É o talentoso, mas discreto, arquiteto Alex (Keanu Reeves, John Wick 3: Parabellum) quem substitui Kate e recebe a carta... na manhã invernal de 14 de abril de 2004.

É claro que demora um certo tempo para Kate e Alex descobrirem e aceitarem a situação, já que entender o lapso de tempo entre eles seria obra dos roteiristas da produção coreana de 2000, Il Mare, de Hyun-seung Lee, adaptada para Hollywood em A Casa do Lago. Mas certamente a familiaridade do diretor argentino Alejandro Agresti (Um Mundo Menos Pior) com o gênero fantástico, tão caro à literatura latina, contribuiu para dar realismo à história, e não apenas isso.

Há um engenhoso jogo de tempos e planos que espelham as situações semelhantes que Kate e Alex vivem na casa e na vida, cada um no seu tempo. Ambos são solitários, algo melancólicos, marcados por experiências familiares doloridas. Uma delas, inclusive, para Alex, é a casa do lago com suas paredes de vidro, construída por seu pai (Christopher Plummer, Todo o Dinheiro do Mundo), arquiteto renomado, para abrigar sua família. A casa e a família ficaram inacabadas, e esse é um dos motivos de Alex voltar a morar lá.

O casal se apaixona por cartas - mais um toque literário, hoje até saudosista, do filme. O diretor Agresti é delicado na construção dessa história de amor à distância, mas não menos envolvente e cativante, graças à química e ao carisma de Sandra e Reeves, que já tinham se apaixonado nas telas em Velocidade Máxima (1994), filme que lançou a atriz ao estrelato. As soluções cênicas para a distância temporal entre eles são um dos destaques do sensível trabalho da direção, e a trilha sonora não fica atrás.

A beleza das cartas e do sentimento genuíno entre Kate e Alex estão refletidos também na elegia à arquitetura, tema onipresente nos diálogos e nas locações do filme. Quando Alex, no passado, convida Kate, no futuro, a fazer uma visita pelos seus prédios preferidos em Chicago (que foi totalmente reconstruída depois de um grande incêndio em 1871, com projetos de famosos arquitetos), o espectador vai junto de Kate e se maravilha com eles.




Trailer

Ficha Técnica

Título: A Casa do Lago/The Lake House
Direção: Alejandro Agresti
Duração: 99 minutos

País de Produção/Ano: EUA, 2006
Elenco: Keanu Reeves, Sandra Bullock, Christopher Plummer, Ebon Moss-Bachrach, Dylan Walsh, Shohreh Aghdashloo
Distribuição: Warner Bros.


Assista Agora!
NET NOW iTunes Google Play Youtube

Romance
Questão de Tempo/About Time

Questão de Tempo/About Time

Por FÁTIMA GIGLIOTTI

E se você herdasse do seu pai um gene que contém a chave para viajar no tempo? É o que acontece com Tim (Domhnall Gleeson, Feito na América), que recebe o “dom” do pai (Bill Nighy, Sua Melhor História) junto de um extenso rol de regras sobre como usá-lo adequadamente. As regras, Tim e nós vamos conhecendo ao longo do filme, bem como os adoráveis personagens saídos do sempre inspirado e sensível repertório do diretor e roteirista Richard Curtis (Simplesmente Amor).

Criador, por trás da pena, de sucessos já clássicos como Quatro Casamentos e um FuneralUm Lugar Chamado Notting Hill e Cavalo de Guerra, Curtis inseriu um elemento de ficção científica num roteiro de romance, dos mais tradicionais, sem causar a mínima estranheza. Tim é advogado, tímido, atrapalhado com as mulheres, até conhecer Mary (Rachel McAdams, Diário de uma Paixão). Em torno do casal, orbitam Kit Kat, a irmã sem sorte de Tim, o dramaturgo amargo Harry (o sempre ótimo Tom Hollander, Bohemian Rhapsody), a mãe durona de Tim, Mary (Lindsay Duncan, Um Laço de Amor), seus dois melhores amigos, Rory e Jay, além do simpático tio D.  E, claro, o pai, como todo inglês, meio desajeitado com os laços de afeto, mas transbordando ternura e amor nas entrelinhas.

Assim como as idas e vindas no tempo de que Tim lança mão para fazer um ajuste aqui e ali na sua vida e das pessoas que mais ama, os personagens também entram e saem das situações que o filme engendra. Essas que vivemos no dia a dia e que às vezes nos obrigam a escolhas difíceis e nos impõem perdas doloridas, essas que às vezes negligenciamos achando que temos todo o tempo do mundo à nossa frente.

Em tempo: sempre lembro do meu pai, que me ensinou, entre tantas coisas, o amor pelo cinema, quando vejo esse filme. Ele não estava mais aqui quando foi lançado, mas tenho certeza de que abriria um sorriso genuíno se o visse. Não só porque é um filme delicioso, mas porque, lá no fundo, ele sempre soube que todos nós herdamos alguns genes especiais de nossos pais que podem nos ajudar a criar a nossa própria arte de viver. Desde que sejamos respeitosos com o nosso tempo.  




Trailer

Ficha Técnica

Título: Questão de Tempo/About Time
Direção: Richard Curtis
Duração: 123 minutos

País de Produção/Ano: Reino Unido, 2013
Elenco: Domhnall Gleeson, Rachel McAdams, Bill Nighy, Lydia Wilson, Lindsay Duncan, Richard Cordery, Joshua McGuire, Tom Hollander, Margot Robbie, Will Merrick, Vanessa Kirby
Distribuição: Universal Pictures


Assista Agora!
Youtube Globoplay Looke iTunes Vivo Play Telecine Play

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!