terça, 30 de novembro de 2021
Cinema Comédia Fantasia

Ghostbusters: Mais Além


Ghostbusters: Mais Além
Garanta seu Ingresso!
Ingresso.com

Um portal aberto para almas de outro mundo em plena Nova York, quatro cientistas malucos com mochilas de prótons e jatos lançadores, um carro cheio de engenhocas chamado Ecto-1, uma canção pop daquelas de grudar na cabeça. Nasce o clássico Ghostbusters – por aqui Os Caça-Fantasmas. Era 1984 quando Dan Aykoryd e Harold Ramis encarnaram dois dos personagens criados por eles mesmos, e completaram a trupe com Bill Murray e Ernie Hudson. Na batuta, o sempre bem-humorado Ivan Reitman (Irmãos Gêmeos). A comédia de terror virou blockbuster, ganhou continuação em 1989, além de versões animadas. Trinta anos depois veio a desnecessária recauchutagem feminina encabeçada por Melissa McCarthy e capitaneada por Paul Feig. Para os saudosos do original, Ghostbusters: Mais Além é um presente, a legítima parte 3, e a recepção tem sido calorosa.

Ghostbusters: Mais Além

Jason Reitman (Amor Sem Escalas) tinha 7 anos quando acompanhou o pai nas filmagens do primeiro. O plano era fazer uma cena junto com a mãe, mas o garoto morreu de medo e não quis repetir a tomada. Hoje ele sabe que Ghostbusters era um filme sobre uma família feito em família. A mágica se repete em Ghostbusters: Mais Além, com uma literal passada de bastão. Jason assume a direção enquanto o pai Ivan assina como produtor - segundo palavras do filho, “dando palpites com frequência”. A troca entre gerações ocorre atrás e em frente às câmeras. A trama começa com a mãe solteira Callie (Carrie Coon, The Leftovers) informada da morte do pai, o caça-fantasma Egon Spengler (Harold Ramis, falecido em 2014), que a abandonara ainda pequena. Ela está falida, recém-despejada e decide ir com os filhos adolescentes para o rancho em que o pai morava isolado, crente de que poderá vendê-lo.

Ghostbusters: Mais Além

O que encontram, porém, é um casarão decrépito, uma terra aparentemente improdutiva e a fama de que ali habitava um doido. A vida segue. O filho mais velho, Trevor (Finn Wolfhard, Stranger Things), arruma emprego na lanchonete em que trabalha a jovem por quem se interessa. A caçula, Phoebe (Mckenna Grace, Tropa Zero), que herdou o talento científico do avô, trava amizade com um colega obcecado pelo sobrenatural. Já Callie se engraça com Grooberson (Paul Rudd, Cara x Cara), sismólogo e professor escolar que tem memórias vívidas da Nova York tomada por criaturas fantasmagóricas mais de 30 anos atrás. Pois é Phoebe quem descobre o QG do avô no porão, e o vínculo que se estabelece entre presente e passado promove uma festa de easter-eggs. O trailer já entrega o retorno do Homem Marshmallow, o vilão Stay Puf do original, agora em versão múltipla e em miniatura.

Ghostbusters: Mais Além

Phoebe descobre também que Summerville, a fictícia cidadela rural onde fica o rancho do avô, sofre com estranhos terremotos cuja origem vai trazer de volta vilões e heróis. Com roteiro escrito em parceria por Jason Reitman e Gil Kenan (A Casa Monstro), Ghostbusters: Mais Além é uma honraria nostálgica à simplicidade, à ingenuidade e ao humor cartunesco dos Ghostbusters 1 e 2. Mais do que isso, é como se banhasse o século 21 com o que ele perdeu de bom do anterior. O contato aqui é humano, nada de mensagens virtuais, e mesmo os efeitos visuais pouco mirabolantes remetem ao espírito de que menos pode ser mais na arte de contar histórias. O elenco inteiro abraça essa ideia e esbanja carisma. Ghostbusters: Mais Além não tem nada de rebuscado, e talvez por isso mesmo (e algumas surpresas) tenha emoção de sobra.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Ghostbusters: Mais Além/Ghostbusters: Afterlife
Direção: Jason Reitman
Duração: 124 minutos

País de Produção/Ano: Canadá/EUA, 2021
Elenco: McKenna Grace, Carrie Coon, Paul Rudd, Finn Wolfhard, Logan Kim, Celeste O Connor, Annie Potts, Bill Murray, Dan Aykroyd, Ernie Hudson, J. K. Simmons, Sigourney Weaver
Distribuição: Sony Pictures

Garanta seu Ingresso!
Ingresso.com

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!