sábado, 12 de junho de 2021
Streaming Comédia Romântica

A Galeria dos Corações Partidos


A Galeria dos Corações Partidos
Assista Agora!
HBO GO Looke iTunes Youtube

A protagonista Lucy Gulliver da versátil Geraldine Viswanathan (Má Educação) está mais para anti-heroína de comédia romântica. Não tem papas na língua, discernimento amoroso nem tampouco qualquer medo do ridículo. Tanto que numa infeliz tentativa de não ficar por baixo após a rejeição do namorado Max (Utkarsh Ambudkar, A Maratona de Brittany) – ou de quem achava que era namorada –, ela perde o emprego como assistente na galeria de arte de uma das mais badaladas marchands de Nova York.

Lucy é assim, confunde as fronteiras entre fantasia e realidade. Talvez por isso faça sentido para ela ser uma acumuladora voraz. Empilha todo tipo de bugiganga de amores desfeitos e dias perfeitos ou nem tanto, e coleciona memórias dessa fluidez juvenil entre o que queremos e o que podemos ser. Em todo caso, suas duas melhores amigas não se importam. A divertida Amanda (Molly Gordon, Bons Meninos), com seu humor negro e o namorado quietão, e a descolada Nadine (Phillipa Soo, Hamilton), gay assumida com um gosto especial por belas modelos, torcem por ela.

A Galeria dos Corações Partidos

Quando os inesperados e esdrúxulos encontros de Lucy e Nick (Dacre Montgomery, série Stranger Things) começam a se repetir, no descompromisso da amizade, ela parece desabrochar. Nick está reformando um antigo prédio para transformá-lo no hotel dos seus sonhos. Mas quando a grana acaba e o empréstimo do banco não sai, Lucy propõe a ele, para colaborar na construção e atrair investidores, montar a Galeria dos Corações Partidos no mezanino – uma coleção de objetos aleatórios que contam a decepção amorosa de seus donos.

A trilha que a roteirista da série Gossip Girl, Natalie Krinsky, seguem em sua estreia na direção não tem surpresas, mas é como um daqueles passeios adoráveis, refrescantes e ensolarados que repetimos aos finais de semana. Seus personagens são irremediavelmente simpáticos, jovens, e o elenco está tão à vontade com eles que o filme deslancha, ao som de uma trilha pop suave, por uma Nova York colorida e acolhedora. Repare nos interiores decorados entre o requintado e o kitsch, salpicados de vermelho por todos os lados, claro.

A Galeria dos Corações Partidos

Na hora do escorregão da sequência final, já estamos tão imersos em nossa própria memorabilia, que nem ligamos muito. Aliás, é impossível não dar a Galeria dos Corações Partidos o mérito de ressoar mais alto nesses tempos de pandemia, com suas considerações despretensiosas sobre excessos, apego e memória. Não é nada simples analisar nossa bagagem de experiências, nos despedir dos pesos desnecessários e seguir em frente com mais leveza. O fato de Lucy, e o filme, transformar esse dilema em arte curadora tem o seu lado encantador.




Trailer

Ficha Técnica

Título: A Galeria dos Corações Partidos/The Broken Hearts Gallery
Direção: Natalie Krinsky
Duração: 109 minutos

País de Produção/Ano: EUA, Canadá, 2020
Elenco: Geraldine Viswanathan, Dacre Montgomery, Utkarsh Ambudkar, Molly Gordon, Phillipa Soo, Suki Waterhouse
Distribuição: Sony Pictures

Assista Agora!
HBO GO Looke iTunes Youtube

Compartilhe!

Fátima Gigliotti

Fátima Gigliotti

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista, editora, professora (não muito), crítica (chatinha) de cinema e audiovisual. Trabalhou no jornal A Folha de São Paulo, na coleção Cinemateca Veja, nas revistas TVA, Ver Vídeo, Set, Querida e Preview.

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!