terça, 30 de novembro de 2021
Streaming Drama Histórico

Kursk - A Última Missão


Kursk - A Última Missão
Assista Agora!
iTunes Google Play

O novo filme de Thomas Vinterberg (Festa de Família), um dos pais do movimento Dogma 95, é a produção mais comercial do diretor dinamarquês, o que poderia implicar num tratamento menos autoral. Alto lá, porque não é bem assim. Inspirado em um episódio real que chocou o mundo há 20 anos, a versão de Vinterberg para o resgate frustrado dos marinheiros do submarino russo provoca reflexões inusitadas para obras do porte de Kursk – A Última Missão, sem perder de vista o compromisso com o entretenimento.

Kursk - A Última Missão

Baseado no livro do jornalista Robert Moore, A Time to Die: The Untold Story of the Kursk Tragedy (Um Tempo Para Morrer: A História Não Contada da Tragédia do Kursk), o roteiro de Robert Rodat (O Resgate do Soldado Ryan) segue a fórmula do cinema-catástrofe. Em 12 de agosto de 2000, o grupo de marinheiros liderado por Mikhail (Matthias Schoenaerts, A Lavanderia) parte de Vidiaevo a bordo do Kursk, submarino nuclear equipado com torpedos. O objetivo é fazer manobras de rotina no Mar de Barents, ao norte da Rússia e da Noruega. Problemas técnicos levam a uma explosão e o submarino naufraga. Enquanto 23 marinheiros lutam para ficar vivos à espera do resgate, a obsolescência da política e da tecnologia russa retardam a operação. Em terra firme, as esposas dos 118 marinheiros, guiadas por Tanya (Léa Seydoux, 007 Contra Spectre), grávida do segundo filho de Mikhail, protestam contra a falta de informações e apelam para que o governo aceite a oferta de ajuda da Inglaterra.

Kursk - A Última Missão

À frente de uma equipe de produção exemplar, que inclui o diretor de fotografia inglês Anthony Dod Mantle (Oscar por Quem Quer Ser um Milionário?) e o compositor francês Alexandre Desplat (Oscar por A Forma da Água), Vinterberg disfarça os clichês com rigor estético ímpar. Articula sequências de ação claustrofóbicas no interior do navio e, fora dele, foca as atrapalhadas tentativas de resgate, o drama das famílias e a tensa negociação política. O ótimo elenco internacional, apesar do estranhamento do inglês falado com forte sotaque, também se destaca.

Kursk - A Última Missão

Mas é no simbolismo que o cineasta deixa sua assinatura e transforma seu filme-catástrofe em filme-protesto. No início há o casamento de um dos marinheiros. Para pagar a celebração (festas de família são uma marca do diretor), os amigos vendem seus relógios de navegação, como vendem o seu tempo e a sua vida para a Marinha. Essa doação é consciente e serve de argumento para o general (o veterano Max von Sydow, O Sétimo Selo), que tenta justificar a demora no salvamento. A verdade é que o módulo de resgate está obsoleto, mas o governo recusa o equipamento oferecido pelo comandante inglês David Russell (Colin Firth, O Discurso do Rei).

Kursk - A Última Missão

Como na premiada série Chernobyl, os bastidores da insanidade e imprudência burocrática do Estado estão no foco da câmera de Vintenberg. Kursk – A Última Missão provoca uma incômoda sensação de contemporaneidade que indaga se os modelos políticos atuais ainda dão conta da sociedade global e tecnológica, ao mesmo tempo que invalida o totalitarismo. Numa das reuniões do governo russo com os familiares, a mãe de uma das vítimas se rebela e é sedada com uma injeção na frente de todos. Isso realmente aconteceu, mas era o presidente Vladimir Putin que liderava o encontro. Está na internet para quem quiser conferir. Talvez o símbolo mais representativo, porém, esteja no olhar desconfiado e triste de Misha, o pequeno filho de Mikhail e Tanya. O que o garoto faz no final é um espantoso ato de coragem e dignidade. Um sopro de otimismo de Vinterberg diante do futuro.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Kursk - A Última Missão/Kursk
Direção: Thomas Vinterberg
Duração: 117 minutos

País de Produção/Ano: França/Bélgica/Luxemburgo , 2018
Elenco: Matthias Schoenaerts, Léa Seydoux, Colin Firth, Magnus Millang, Peter Simonischek, August Diehl, Max von Sydow
Distribuição: Paris Filmes

Assista Agora!
iTunes Google Play

Compartilhe!

Fátima Gigliotti

Fátima Gigliotti

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista, editora, professora (não muito), crítica (chatinha) de cinema e audiovisual. Trabalhou no jornal A Folha de São Paulo, na coleção Cinemateca Veja, nas revistas TVA, Ver Vídeo, Set, Querida e Preview.

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!