terça, 30 de novembro de 2021
Cinema Drama

Deserto Particular


Deserto Particular
Garanta seu Ingresso!
Ingresso.com

Representante do Brasil no Oscar 2022, Deserto Particular chega aos cinemas nesta quinta. Desde a estreia no Festival de Veneza, de onde saiu premiado pelo público na mostra paralela Venice Days, o drama de Aly Muritiba tem acumulado troféus. Por aqui teve a première na Mostra SP e acaba de vencer o Mix Brasil nas categorias melhor filme e melhor atuação, para Pedro Fasanaro. “Nos Estados Unidos o filme tem sido bem-recebido, o problema é conseguir mostrá-lo para o máximo de pessoas, porque é uma campanha cara e ainda não tivemos apoio da Secretaria da Cultura para promover eventos de exibição”, diz Antonio Saboia em conversa por Zoom com o OQVER (veja a seguir). Assim como na série Rotas do Ódio, do Globoplay, Saboia interpreta um policial em Deserto Particular. Seu nome é Daniel.

Deserto Particular

Curitibano sangue quente, neto de militar e filho de policial, Daniel está afastado da corporação por conduta violenta e à espera do julgamento. Ele dedica-se aos cuidados com o pai, vítima de Alzheimer, tem boa relação com a irmã caçula e está apaixonado por Sara, moça do sertão da Bahia que conheceu em um aplicativo de relacionamentos. Quando ela para de responder suas mensagens e desaparece, Daniel decide atravessar o País de carro para descobrir seu paradeiro. O baiano Aly Muritiba é cineasta engajado. Retratou o perigo das redes sociais no premiado drama adolescente Ferrugem, e aqui confronta o protagonista com preconceitos e amarras sociais pré-estabelecidas. Antes da jornada de autodescoberta, porém, o enredo tece o perfil de Daniel em um longo e belo prólogo.

Quando finalmente chega aos confins da Bahia e começa a investigar o sumiço de Sara, Daniel é abordado pelo misterioso Fernando – personagem de Thomás Aquino, parceiro de elenco de Saboia em Bacurau. Ele será o elo não só entre os amantes virtuais, mas entre diferentes realidades sociais, culturais e morais. Na terra de Sara, o diretor deixa Daniel levemente de escanteio para humanizar seu objeto de desejo. Conhecemos Sara em uma vida dupla, sofrida e sem muita perspectiva. Observamos a grande Zezita Matos (Pacarrete) como a avó religiosa que pretende “curá-la” do pecado. Daniel e Sara são dois corações do bem em um mundo intolerante, cada um em seu deserto particular.

Deserto Particular

Saboia é franco-brasileiro, estudou em escola pública francesa e tem formação teatral  inglesa. Cresceu na diversidade cultural e social, e imprime essa consciência nas emoções conflituosas do protagonista. Como o relacionamento entre Daniel e Sara nasceu em ambiente virtual e se dava quase sempre por conversas telefônicas, os ensaios da dupla central seguiram essa lógica. “A preparadora de elenco, Nara Mendes, nos vendava e ficávamos por duas ou três horas improvisando ligações”, revela. “A última sessão durou 8 horas”. Confira nosso papo com o ator no vídeo abaixo.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Deserto Particular
Direção: Aly Muritiba
Duração: 120 minutos

País de Produção/Ano: Brasil, 2021
Elenco: Antonio Saboia, Pedro Fasanaro, Thomás Aquino, Zezita Matos, Laila Garin
Distribuição: Pandora Filmes

Garanta seu Ingresso!
Ingresso.com

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!