domingo, 11 de abril de 2021

Tel Aviv em Chamas


Tel Aviv em Chamas
Assista Agora!
NET NOW Vivo Play Looke A La Carte

A coprodução entre Bélgica, França, Israel e Luxemburgo conquistou no Festival de Veneza 2018 o prêmio de melhor ator da Mostra Orizzonti, para Kais Nashif, e o Prêmio Interfilm, pela promoção do diálogo entre religiões: “Essa comédia provocante, divertida e explosiva lança um olhar inesperado sobre um dos conflitos mais dolorosos do mundo”.

Inspirado no filme mexicano Mejor es que Gabriela no se Muera (2008), o diretor e corroteirista israelense Sameh Zoabi fez uma versão muito própria da história de um roteirista de série de televisão sujeito a “palpites” indesejados em seu trabalho. É inevitável lembrar de Tiros na Broadway (1994), de Woody Allen.

Kais Nashif (Rede de Mentiras) interpreta Salam Abbass, promovido, por acaso, de assistente de produção a roteirista da série de televisão que dá nome ao filme. Palestino que vive em Jerusalém, o desocupado Salam foi contratado pelo tio, o produtor da série, gravada em Ramala, na Palestina. Todo dia ele precisa passar pelo controle da fronteira, e acaba fazendo amizade, primeiro, e depois tornando-se refém “criativo” do capitão israelense Assi Tzur (Yaniv Biton, Amor em Jogo).

Popular entre árabes e israelenses, a série é a favorita da esposa do capitão. Para impressioná-la, ele pressiona Salam a inserir no roteiro diálogos, cenas e até o epílogo. Gravada nos dias atuais, a série se passa em 1967, durante a violenta Guerra dos Seis Dias entre árabes e israelenses, vencida pelo Estado de Israel. Na trama política, mas marcadamente romântica, uma espiã palestina, apesar de seu amor por um colega, se envolve amorosamente com um general israelense para obter informações secretas.

Sameh Zoabi articula com inteligência e bom humor, sem privar-se da seriedade, os vários níveis narrativos que se entrelaçam em Tel Aviv em Chamas. Nos divertidos bastidores das filmagens da série, ele usa a metalinguagem e o passado para criticar o histórico conflito político, com o aval da ficção. Cita até o clássico noir O Falcão Maltês (1952), Hollywood e as novelas americanas, as soap operas, como modelos para a produção da TV. No presente, ressalta os trágicos efeitos do conflito no cotidiano dos dois lados da fronteira, com seus personagens-metáfora da arbitrariedade, coação e submissão. Seu filme provoca risos, sem dúvida, que não deixam de ser amargos.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Tel Aviv em Chamas/Tel Aviv on Fire
Direção: Sameh Zoabi
Duração: 100 minutos

País de Produção/Ano: Bélgica/França/Israel/Luxemburgo, 2018
Elenco: Kais Nashif, Lubna Azabal, Yaniv Biton, Maisa Abd Elhadi, Nadim Sawalha, Amer Hlehel
Distribuição: Pandora Filmes

Assista Agora!
NET NOW Vivo Play Looke A La Carte

Compartilhe!

Fátima Gigliotti

Fátima Gigliotti

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista, editora, professora (não muito), crítica (chatinha) de cinema e audiovisual. Trabalhou no jornal A Folha de São Paulo, na coleção Cinemateca Veja, nas revistas TVA, Ver Vídeo, Set, Querida e Preview.

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!