segunda, 18 de janeiro de 2021

The Undoing


The Undoing
Assista Agora!
HBO GO

Uma das séries que mais deram o que falar nas redes sociais no final deste atípico 2020 foi The Undoing, adaptação do romance de Jean Hanff Korelitz, You Shoud Have Known (Você Deveria Saber), publicado em 2014. O criador é o aclamado David E. Kelley, vencedor de 11 prêmios Emmy, por sucessos como o recente Big Little Lies, e já históricos, como Ally McBeal e Chicago Hope. A direção é da dinamarquesa Susanne Bier, do premiado Em Um Mundo Melhor e do badalado Bird Box.

Nicole Kidman (O Escândalo) repete a parceria com Kelley, depois de estrelar e coproduzir Big Little Lies. A seu lado em cena, Hugh Grant (Magnatas do Crime) foi igualmente elogiado e criticado pela atuação, soberba para uns, maneirista para outros. Donald Sutherland (Ella & John), o jovem Noah Jupe (Ford vs Ferrari), Noma Dumezweni (O Menino que Descobriu o Vento) e Edgar Ramírez (Wasp Network: Rede de Espiões) destacam-se num conjunto de elenco nada menos que irretocável.

Na mais clássica tradição do suspense policial, The Undoing abre com um crime horrendo, que será investigado e julgado no decorrer dos seis episódios. Grace (Nicole) e Jonathan (Grant) tem o casamento perfeito. Ela é psicóloga clínica, especialista em terapia de casal, formada em Harvard, onde conheceu o marido britânico, oncologista infantil. Pais do adolescente Henry (Noah Jupe), têm o estilo de vida sofisticado do Upper East Side, bairro dos abastados de Nova York. Costumam se reunir com os outros pais da aristocrata Reardon, onde Henry estuda, para eventos beneficentes ou culturais. Mas quando Elena (Matilda de Angelis, A Incrível História da Ilha das Rosas), uma jovem mãe do Harlem hispânico, voluptuosa e enigmática, é assassinada logo após um desses eventos, as suspeitas recaem sobre Jonathan.

A vida e a família de Grace vão ruir sob circunstâncias atrozes, enquanto ela própria, seu pai (Sutherland) e até seu filho podem se tornar suspeitos do crime, além do viúvo de Elena e da melhor amiga de Grace. A trama ganha contornos de thriller psicológico com elementos de cinema noir, em que constantes closes nos olhos – bem fechados – e na expressão de Grace acentuam seu dilema pessoal: ela deve acreditar na inocência que Jonathan alega veementemente, ou duvidar inclusive de si mesma e de seu casamento? Com o apoio do pai milionário, ela contrata a advogada mais prestigiada da cidade (Noma Dumezweni) para defender o marido. O julgamento tem recursos de crueldade tão imorais quanto o violento homicídio, que dilacerou o rosto de Elena, imagem exibida para o júri e o espectador.

Susanne Bier diz ter dirigido a série como um filme. De fato, Nova York em toda sua exuberância é tratada como personagem, a encenação da ilha de privilégios em que vivem seus protagonistas é elegante e opulenta, quase acintosa. Tudo na produção tem envergadura cinematográfica. A cineasta também destaca a estatura social da trama de Kelly, mas é precisamente nesse quesito que o luxo descamba para o lixo. The Undoing explora a fascinação que a elite desperta e desconsidera quem não faz parte dela. Sabemos quase nada do núcleo familiar de Elena. A negação serve ao propósito narrativo, equivocado e, mais uma vez, ensimesmado, de amplificar a insensibilidade maligna de Jonathan como suspeito.

Como se não bastasse, na versão da série para a máxima shakespeariana de que há algo de podre no reino do Upper East Side, o amor não apenas é cego para Grace, apesar de seu diploma de Harvard, mas também em relação às crianças, submetidas a imoralidades e uma manipulação incômoda, ainda que, novamente, funcional para o enredo.

A questão principal da série talvez não seja, como quer Susanne Bier, se somos capazes de real e profundamente conhecer alguém. Mas, sim, se nossa baixa autoestima social ainda nos faz querer inocentar os ricos, apesar de todas as evidências. Quando canta o tema de abertura “Dream a Little Dream of Me”, Nicole Kidman anuncia as várias faces que o sonho do título da canção pode assumir. Entre elas, o pesadelo de Grace e, em muitos sentidos, da própria humanidade, enquanto nos ocupamos apenas em descobrir quem matou Elena.   




Trailer

Ficha Técnica

Título: The Undoing
Direção: Susanne Bier
Duração: 55 minutos

País de Produção/Ano: EUA, 2020
Elenco: Nicole Kidman, Hugh Grant, Noah Jupe, Noma Dumezweni, Edgar Ramírez, Ismael Cruz Cordova, Matilda De Angelis, Lily Rabe, Edan Alexander, Donald Sutherland
Distribuição: HBOGo

Assista Agora!
HBO GO

Compartilhe!

Fátima Gigliotti

Fátima Gigliotti

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista, editora, professora (não muito), crítica (chatinha) de cinema e audiovisual. Trabalhou no jornal A Folha de São Paulo, na coleção Cinemateca Veja, nas revistas TVA, Ver Vídeo, Set, Querida e Preview.

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!