quinta, 26 de novembro de 2020

Monos: Entre o Céu e o Inferno


Monos: Entre o Céu e o Inferno
Garanta seu Ingresso!
Ingresso.com

No topo de uma montanha, oito adolescentes formam um pelotão de guerrilheiros chamado Macacos. Todos atendem por codinomes, como Rambo, Lady, Lobo e Pé Grande. Estão ali sozinhos e isolados, a não ser pela refém cujo cativeiro eles têm a missão de vigiar, e a quem chamam de Doutora. Em nenhum momento Monos: Entre o Céu e o Inferno identifica a localização e a nacionalidade de seus personagens. Mas vale saber que a produção representou a Colômbia na disputa do Oscar 2020 de filme internacional.

O diretor e corroteirista Alejando Landes trabalha no campo da alegoria para pintar o retrato de pessoas em situação limite, privadas da liberdade ou sob a falsa ilusão de independência. Sim, porque há um espelhamento entre a Doutora e os Macacos, impedidos de sair daquele lugar inóspito. De vez em quando o grupo recebe a visita de um tal Mensageiro, que atua como comandante e bota a turma para treinar rigorosamente.

Assim que o chefe vai embora, porém, os Macacos reassumem o comando da própria vida, ou assim pensam. Seguem seus códigos e se entregam aos prazeres da idade com festas e sexo. Jovens sendo jovens. Relativamente bem tratada, a prisioneira por vezes participa das atividades. A calmaria termina depois de sofrerem um ataque que os obriga a fugir para a selva. Na mata fechada, mas à beira de rios, a Doutora começa a pensar em maneiras de escapar. Não importa onde estão ou as razões pelas quais a moça está retida.

Embalado pela lancinante trilha sonora de Mica Levi (indicada ao Oscar por Jackie) e amparado pelas monumentais imagens feitas pelo diretor de fotografia Jasper Wolf (Instinto), o cineasta quebra a barreira de tempo e espaço. Monos promove uma poderosa experiência de imersão para examinar os efeitos da guerra, qualquer guerra. Do elenco, os únicos nomes conhecidos são dos norte-americanos Julianne Nicholson (Eu, Tonya) e Moises Arias (A Cinco Passos de Você). O restante é todo amador. Difícil de acreditar no talento dessa meninada.

OQVER conversou com o diretor Alejandro Landes, que nasceu no Brasil (!). Veja logo abaixo.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Monos: Entre o Céu e o Inferno/Monos
Direção: Alejando Landes
Duração: 102 minutos

País de Produção/Ano: Colômbia/EUA/Alemanha/Argentina/Holanda/Suécia/Uruguai/Suíça/Dinamarca/França, 2019
Elenco: Sofia Buenaventura, Julián Giraldo, Karen Quintero, Laura Castrillón, Deiby Rueda, Moises Arias, Julianne Nicholson, Wilson Salazar
Distribuição: Pandora Filmes

Garanta seu Ingresso!
Ingresso.com

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!