Notice: Undefined offset: 4 in /home/rconsult/oqver.net/themes/cinema/post.php on line 32
OQVER Cinema & Streaming | Os 7 de Chicago
sábado, 28 de novembro de 2020

Os 7 de Chicago


Os 7 de Chicago
Assista Agora!
Netflix

No final dos anos 1960, os Estados Unidos viviam gigantescas atribulações políticas e culturais. A Guerra do Vietnã em curso provocava o aumento sistemático de envio de contingentes para o front militar, e o país ainda sangrava com os assassinatos de Martin Luther King, em 4 de abril de 1968, e do senador Robert F. Kennedy, irmão mais novo do presidente John F. Kennedy, em 6 de junho de 1968. Por isso, a Convenção do Partido Democrata realizada em Chicago em 1968 atraiu cerca de 10 mil manifestantes, de distintos grupos e ideologias, irmanados na luta pacífica pelo fim da Guerra do Vietnã.

Mas eles não foram bem recebidos pelas autoridades locais, que preferiram destacar 12 mil soldados e policiais para um eventual combate. O saldo foi de 700 prisões e centenas de feridos. No ano seguinte, o Estado americano decidiu processar oito líderes dos manifestantes, numa manobra política cujo principal recado era a intolerância do novo governo de Richard Nixon, imposta pela força e arbitrariedade. A produção Os 7 de Chicago encena fatos e o julgamento históricos sob uma perspectiva política e crítica, marca registrada do diretor e roteirista Aaron Sorkin (Oscar de roteiro por A Rede Social).

Logo na abertura, Sorkin deixa claro que se trata de um julgamento político, daqueles em que a justiça se dobra ao Estado e os réus tornam-se meros fantoches do show já rascunhado. Afinal, Tom Hayden (Eddie Redmayne, Os Aeronautas) e Rennie Davis (Alex Sharp, As Trapaceiras), líderes da SDC (Estudantes por uma Sociedade Democrática), não tinham ligação com os ativistas da contracultura do Partido da Juventude Internacional, Abbie Hoffman (Sacha Baron Cohen, O Ditador) e Jerry Rubin (Jeremy Strong, Magnatas do Crime). Nem David Dellinger (John Carroll Lynch, Mais Uma Chance), articulador do Comitê de Mobilização para o Fim da Guerra do Vietnã, e muito menos Bobby Seale (Yahya Abdul-Mateen II, Nós), cofundador do Partido Black Panther (Pantera Negra), que só esteve por quatro horas num dos cinco dias das manifestações em Chicago. Os professores John Froines (Danny Flaherty) e Lee Weiner (Noah Robbins), então, nem sabiam por que foram processados.

Entretanto, agora eles precisam se entender, apesar das suas imensas diferenças, para dar credibilidade à defesa. No tribunal, o advogado pro bono William Kunstler (Mark Rylance, Jogador Nº 1) enfrenta o procurador Richard Schultz (Joseph Gordon-Levitt, 7500). Nenhum dos dois acredita na postura preconceituosa, autoritária e castradora do juiz Julius Hoffman (Frank Langella, Capitão Fantástico), que chega a ordenar o espancamento de Bobby Seale e o seu retorno, machucado, amordaçado e algemado, ao tribunal.

Este é o picadeiro no qual Aaron Sorkin arma sua frenética trama, acentuada pela trilha sonora vários decibéis acima do ideal, mas com diálogos consistentes e um elenco admirável, para quem o diretor reserva momentos eletrizantes, com destaque para Eddie Redmayne, Sacha Baron Cohen e Mark Rylance. Sorkin estreou no cinema com o roteiro de Questão de Honra, em que Tom Cruise desmascara Jack Nicholson nos bastidores do exército. Depois entrou pelos corredores da Casa Branca com a premiada série West Wing, e abordou a reeleição de Barack Obama em outra, Newsroom. A estreia na direção foi com A Grande Jogada (2017). Está no seu elemento por excelência, portanto, em Os 7 de Chicago. Faz do filme, que merecia a tela grande, uma radiografia da política e da sociedade norte-americanas tão contundente quanto alarmante. Infelizmente, ainda muito atual.   




Trailer

Ficha Técnica

Título: Os 7 de Chicago/The Trial of the Chicago 7
Direção: Aaron Sorkin
Duração: 129 minutos

País de Produção/Ano: Reino Unido/EUA/Índia, 2020
Elenco: Eddie Redmayne, Sacha Baron Cohen, Alex Sharp, Jeremy Strong, John Carroll Lynch, Yahya Abdul-Mateen II, Mark Rylance, Joseph Gordon-Levitt, Frank Langella, Michael Keaton
Distribuição: Netflix

Assista Agora!
Netflix

Compartilhe!

Fátima Gigliotti

Fátima Gigliotti

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista, editora, professora (não muito), crítica (chatinha) de cinema e audiovisual. Trabalhou no jornal A Folha de São Paulo, na coleção Cinemateca Veja, nas revistas TVA, Ver Vídeo, Set, Querida e Preview.

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!