terça, 11 de maio de 2021

Retrato de uma Jovem em Chamas


Retrato de uma Jovem em Chamas
Assista Agora!
Vivo Play Looke NET NOW

Vencedor do prêmio de melhor roteiro em Cannes 2019, Retrato de Uma Jovem em Chamas é uma obra essencialmente feminina, atrás e à frente das câmeras. Homens inexistem em cena e o único mencionado é a causa do celeuma que impulsiona a narrativa. Na França do século 18, a artista Marianne (Noémie Merlant) é contratada por uma condessa (Valeria Golino, O Último Amor de Casanova) para pintar o retrato da filha Héloïse (Adèle Haenel, A Revolução em Paris). A pintura será enviada para aprovação de um rico pretendente de Milão. Revoltada com o casamento arranjado, Héloïse se recusa a posar. A estratégia da mãe é apresentar Marianne como dama de companhia. Durante o dia, ela deve observar cada traço da noiva, para então pintá-la em segredo durante a noite.

A diretora e roteirista Céline Sciamma (Oldboy) é homossexual assumida e ativista incansável pelo direito das minorias. Seu olhar sobre a relação que aflora entre a pintora e a jovem rebelde é banhado de sensualidade. A fotografia assinada por Claire Mathon (Atlantique) é a porta para esse universo em que cada detalhe precisa ser registrado por Marianne. A câmera toma seu lugar e percorre Héloise com fascinação. O retrato toma forma não só como um trabalho de memória, mas fruto de apaixonamento.

Retrato de Uma Jovem em Chamas é ele próprio uma pintura a se admirar. A cineasta parece obcecada em deixar as imagens assumirem a narrativa. A visível decadência do palacete na costa da Bretanha justifica a preocupação da condessa em casar logo a filha. Assim como o desapego da jovem em relação à vestimenta e aos cuidados estéticos soam como afronta à situação. É uma escolha arriscada da diretora, que abre mão de diálogos que ajudem o espectador não só a entrar nesse mundo tão particular, como a acreditar no amor entre Marianne e Héloïse.

A sensação é de uma certa frieza, inclusive nas cenas românticas. Há poucas chamas nessa paixão registrada com lentes pudicas. Quem assistiu às cenas de sexo lésbico de Azul é a Cor Mais Quente (vencedor da Palma de Ouro em Cannes 2013) e entre as personagens de Rachel Weisz e Rachel McAdams em Desobediência, vai sentir falta de furor entre as amantes da engajada Céline Sciamma.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Retrato de uma Jovem em Chamas/Portrait de la jeune fille en feu
Direção: Céline Sciamma
Duração: 122 minutos

País de Produção/Ano: França, 2019
Elenco: Noémie Merlant, Adèle Haenel, Luàna Bajrami, Valeria Golino
Distribuição: Supo Mungam

Assista Agora!
Vivo Play Looke NET NOW

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!