domingo, 11 de abril de 2021

Mulheres Armadas, Homens na Lata


Mulheres Armadas, Homens na Lata
Assista Agora!
NET NOW iTunes Vivo Play Youtube

Sandra (Cécile de France, O Garoto da Bicicleta) volta para a pequena Boulogne-sur-Mer, a cidade que abandonou há 15 anos com um título de miss e sonhos de grandeza. Ela reaparece no trailer da mãe com um olho roxo, casamento rompido, sem emprego – desilusão total. A beldade consegue um posto na fábrica de peixes, e na linha de enlatamento reencontra Nadine (Yolande Moreau, A Casa de Veraneio) e Marilyn (Audrey Lamy), conhecidas dos velhos tempos.

A trinca é escalada para cuidar da limpeza noturna, e a tarefa começa e termina agitada. Sandra sofre tentativa de estupro do chefe e, ao se defender, literalmente decepa a masculinidade dele – a cena é hilária. Acontece que na maleta do safado havia um monte de dinheiro. Resumo da obra: o sujeito termina picadinho, enlatado como sardinha e as três tentam se organizar para ficar com a grana que pode tirá-las da vida de operárias.

O problema é que o dinheiro deveria chegar aos mãos de Simon (Simon Abkarian), um mafioso local que, por sua vez, tinha de em entregá-lo a um belga, bandidão mais graúdo. Ou seja, as três estão na maior fria. Como estamos em tempo de Girl Power, o diretor e corroteirista Allan Mauduit investe no poderio feminino em duas frentes: riso e ação.

Enquanto Sandra usa e abusa de seu poder de sedução, a robusta Nadine pega sua escopeta e a estabanada Marilyn mais atrapalha que ajuda. O humor é negro e as cenas violentas flertam com o pastelão. Mulheres Armadas, Homens na Lata não escapa dos clichês, mas tem um charme francês que faz toda a diferença. 




Trailer

Ficha Técnica

Título: Mulheres Armadas, Homens na Lata/Rebelles
Direção: Allan Mauduit
Duração: 87 minutos

País de Produção/Ano: França, 2019
Elenco: Cécile de France, Yolande Moreau, Audrey Lamy, Simon Abkarian, Béatrice Agenin, Tom Lecocq
Distribuição: Imovision

Assista Agora!
NET NOW iTunes Vivo Play Youtube

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!