terça, 11 de maio de 2021

Amor e Monstros


Amor e Monstros
Assista Agora!
Netflix

Azarão do Oscar na categoria melhores efeitos visuais, a aventura de ficção científica Amor e Monstros estreou no primeiro lugar no Top 10 dos mais assistidos da Netflix Brasil, e tem conquistado público e crítica pelo mundo afora, merecidamente. Como bem diz o título, a jornada pós-apocalíptica de Joel Dawson contra curiosos e horripilantes monstros em busca do amor diverte ao brincar com os clichês do gênero e surpreende ao investir num estudo de personagem inusitado.

Em seu segundo longa-metragem, o diretor sul-africano Michael Matthews (Guerreiros de Marselha) faz jus ao roteiro esperto dos mais experientes Brian Duffield (A Série Divergente: Insurgente) e Matthew Robinson (Monster Trucks), e acerta na escolha de Dylan O’Brien para interpretar Joel. O protagonista da franquia Maze Runner e da série Teen Wolf traz sua bagagem de ação, mas acrescenta a ela a vulnerabilidade, o humor e o cinismo que dão, paradoxalmente, leveza a uma história de fim de mundo.

Aliás, a narração em primeira pessoa de Joel para a animação que conta o apocalipse em alguns poucos fotogramas já dá o tom do filme. Um asteroide foi impedido de destruir a Terra por um ataque de foguetes, mas os resíduos químicos deles caíram de volta no planeta e causaram a mutação de insetos e rastejantes em gigantes monstros vorazes. Em pouco tempo, 95% da população foi dizimada, e o restante se esconde em abrigos subterrâneos em condições precárias. Num deles, Joel vive há sete anos, responsável pelo minestrone e pelo rádio com que, vez por outra, consegue se comunicar com outros abrigos.

Foi assim que conseguiu localizar Aimee (Jessica Henwick, Ameaça Profunda), sua namorada da adolescência. E é para encontrá-la que decide percorrer a pé os cerca de 120 quilômetros que os separam, contra tudo e todos – nesse caso, sua família apocalíptica e os insetos gigantes. Sim, porque Joel tem um “pequeno” problema: ele congela quando vê um monstro. Pelo caminho, trava amizade com o (espertíssimo) cão Garoto, e recebe ajuda do veterano Clyde (Michael Rooker, Guardiões da Galáxia Vol. 2) e da pequena Minnow (Ariana Greenblatt, O Grande Ivan). Ao longo da jornada, detalhes sobre Joel vão se revelando, para ele mesmo e para o espectador, num jogo de espelhos sutil e instigante, em meio ao medo, à coragem e à solidão.

São 13 as criaturas assustadoras – ou nem tanto – que cruzam o caminho desse herói improvável, razão da indicação ao Oscar. Nesse mundo de cabeça para baixo do futuro, em que são os homens que estão no porão, escondidos de mutantes monstruosos, antes insignificantes, a natureza humana se revela no que tem de melhor e de pior: a solidariedade e o afeto, o individualismo e a exploração. Pelos olhos e sob os olhos de Joel, que também são os nossos. Num planeta pandêmico, não há como negar a ressonância involuntária de Amor e Monstros. Cada um com os seus.  




Trailer

Ficha Técnica

Título: Amor e Monstros/Love and Monsters
Direção: Michael Matthews
Duração: 109 minutos

País de Produção/Ano: EUA/Canadá, 2020
Elenco: Dylan OBrien, Jessica Henwick, Michael Rooker, Ariana Greenblatt, Dan Ewing
Distribuição: Netflix

Assista Agora!
Netflix

Compartilhe!

Fátima Gigliotti

Fátima Gigliotti

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista, editora, professora (não muito), crítica (chatinha) de cinema e audiovisual. Trabalhou no jornal A Folha de São Paulo, na coleção Cinemateca Veja, nas revistas TVA, Ver Vídeo, Set, Querida e Preview.

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!