quarta, 29 de junho de 2022
Streaming Drama Histórico

O Soldado que Não Existiu


O Soldado que Não Existiu
Assista Agora!
Netflix

Colin Firth ganhou o Oscar de melhor ator como George VI em O Discurso do Rei (2010), sobre a amizade entre o monarca inglês e o fonoaudiólogo que o treinou para não gaguejar no discurso à nação, no início da Segunda Guerra. Uma década depois, ele volta ao mesmo período em O Soldado que Não Existiu, novidade da Netflix. O personagem também é real, mas muito mais eloquente. Juiz de carreira, Ewen Montagu entrou para a História como um dos mentores da Operação Mincemeat (Carne Moída), grosso modo, uma audaciosa missão para plantar desinformação – a nossa fake news – na inteligência nazista.

O Soldado que Não Existiu

Aprovado pelo primeiro-ministro Winston Churchill, o plano era convencer o alto comando alemão de que os Aliados invadiriam a Grécia e a Sardenha em 1943, em vez da Sicília, o objetivo oficial. O outro estrategista foi o jovem tenente Charles Cholmondeley (Matthew Macfadyen), e o sui generis ardil é digno de cinema. Os documentos sobre o falso ataque foram presos a um cadáver, deliberadamente lançado ao mar para chegar às mãos de espiões nazistas na costa da Espanha. Tão mirabolante quanto o plano em si, sua execução é o cerne de O Soldado que Não Existiu, que acompanha os esforços do time comandado por Montagu e Cholmondeley. Entre os membros, havia ninguém menos que o militar e jornalista Ian Fleming (Johnny Flynn), futuro criador da saga literária do agente James Bond.

O Soldado que Não Existiu

Na trama inspirada no romance do historiador Ben Macintyre, duas mulheres se sobressaem na força-tarefa: Hester (Penelope Wilton), irmã mais velha de Montagu, e a secretária Jean (Kelly Macdonald). Seria spoiler entrar em detalhes, mas é incrível a meticulosidade na escolha do cadáver e na confecção de outros objetos que autenticariam a identidade do suposto soldado. Diretor eclético, de filmes de época como Shakespeare Apaixonado e Sua Majestade, Mrs. Brown, a thrillers como Armas na Mesa e A Grande Mentira, John Madden não é do tipo que pega pesado. Ele segura a tensão no jogo de espionagem, mas adocica o enredo com um improvável triângulo amoroso entre Montagu, Jean e Cholmondeley.

O Soldado que Não Existiu

Em 1953, o próprio Montagu narrou a epopeia no livro The Man Who Never Was, adaptado para ao cinema três anos depois como O Homem Que Nunca Existiu, indicado à Palma de Ouro em Cannes. A direção era de Ronald Neame, que em 1972 comandou o épico O Destino do Poseidon. Além de resgatar um episódio pouco conhecido e memorável da Segunda Guerra, O Soldado que Não Existiu aguça a curiosidade do espectador. Basta dar um Google em Operação Mincemeat para achar imagens reais até do cadáver preparado para ser lançado ao mar.




Trailer

Ficha Técnica

Título: O Soldado que Não Existiu/Operation Mincemeat
Direção: John Madden
Duração: 128 minutos

País de Produção/Ano: Reino Unido/EUA, 2021
Elenco: Colin Firth, Matthew Macfadyen, Kelly Macdonald, Jason Isaacs, Penelope Wilton, Lorne MacFadyen, Johnny Flynn
Distribuição: Netflix

Assista Agora!
Netflix

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!