quinta, 13 de junho de 2024
Streaming Documentário

Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você


Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você
Assista Agora!
Youtube Google Play iTunes

O privilégio de assistir aos bastidores da criação de uma obra-prima da música é apenas um dos atrativos da experiência cinematográfica que é o documentário Elis & Tom, Só Tinha de Ser com Você. O diretor Roberto de Oliveira conduz a viagem no tempo e no espaço, para março de 1974, no estúdio MGM em Los Angeles. Foi naquela caverna acústica onde, por duas semanas, Elis Regina (1945-1982) e Tom Jobim (1927-1994) gravaram o repertório de 14 faixas, todas de autoria dele, nove em colaboração com outros compositores. Há uma aura mágica nesse lendário encontro de titãs, marcado ora por turbulência, ora por harmonia, outras até pelo flerte.

Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você

Quase balzaquiana, a Pimentinha foi acompanhada pelo então marido, músico e arranjador Cesar Camargo Mariano, o primeiro dos muitos focos de confronto com o consagrado e quase cinquentão Maestro, também exímio arranjador, porém de estilo antagônico. É importante lembrar que o álbum foi um presente da gravadora Phillips para Elis, em celebração dos dez anos de parceria. Empresário da cantora na época, Oliveira registrou aqueles dias em uma câmera 16mm. Com exceção do trecho exibido pela TV Bandeirantes na época, o material ficou guardado por quase meio século. “Captei as imagens para registrar um momento que eu já entendia que era histórico, não para fazer um filme”, disse ao jornal GZH.

Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você

É notável a tensão em imagens em que Elis baixa o olhar e rói as unhas, enquanto Jobim dá pitaco no trabalho de Camargo Mariano. Mas quando a sintonia se ajusta, arrepia vê-los no deleite sonoro. Um minucioso trabalho de montagem transforma o documentário em uma peça histórica, que vai muito além da origem das interpretações antológicas de canções como “Águas de Março”, “Corcovado” e “Só Tinha de Ser Com Você”. O diretor costura a gravação com entrevistas e imagens de arquivo que situam a jornada musical de Elis e Tom até o inédito encontro. É nesse olhar mais abrangente que as diferenças entre eles se tornam mais sensíveis.

Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você

O midiático dueto de Tom Jobim e Frank Sinatra na versão de “Garota de Ipanema”, por exemplo, ilustra a consagração internacional do ícone da Bossa Nova na década anterior. Mas fica claro, também, que sua popularidade no Brasil já não era a mesma. Embora Elis tivesse 12 discos lançados em 1974, o próprio Roberto de Oliveira comenta que “ela possuía talento, sucesso, mas não prestígio”. O álbum Elis & Tom, portanto, tinha potencial de renovar a carreira de ambos. O vozeirão intenso de Elis se acalmou um tantinho, enquanto o canto baixinho de Jobim se elevou nos acordes mais arrojados de Camargo Mariano. O fruto é sublime.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você
Direção: Roberto de Oliveira
Duração: 100 minutos

País de Produção/Ano: Brasil, 2022
Elenco: Elis Regina, Tom Jobim, Cesar Camargo Mariano
Distribuição: O2 Play

Assista Agora!
Youtube Google Play iTunes

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!