quarta, 02 de dezembro de 2020

Hugh Grant 60 anos: Ontem e Hoje


Hugh Grant 60 anos: Ontem e Hoje

As rugas estão lá, para quem quiser ver. Hugh Grant completa 60 anos com dignidade neste 9 de setembro. O galã das comédias românticas dos anos 90 continua firme e forte. Para homenageá-lo, reunimos um quarteto especial que o traz sempre muito bem acompanhado e mostra como seu talento se aprimora com o passar do tempo.

Quatro Casamentos e um Funeral foi o enorme sucesso que o tornou mundialmente famoso. Um Lugar Chamado Notting Hill o reuniu com a então namoradinha da América, Julia Roberts. Já em Letra e Música, Grant brincou com a chegada da idade ao lado de Drew Barrymore. E em Virando a Página ele e Marisa Tomei provam que nunca é tarde para recomeçar. 


Comédia Romântica
Quatro Casamentos e um Funeral/Four Weddings and a Funeral

Quatro Casamentos e um Funeral/Four Weddings and a Funeral

POR SUZANA UCHÔA ITIBERÊ

O inglês Hugh Grant estava longe de ser um novato no cinema em 1994, quando caiu nas graças do público internacional como o protagonista de Quatro Casamentos e um Funeral. A comédia romântica virou um blockbuster, com mais de US$ 245 milhões de bilheteria – um estouro para o gênero. Aos 34 anos, Grant já havia trabalhado com cineastas importantes como Roman Polanski (Lua de Fel) e James Ivory (Vestígios do Dia), mas o diretor Mike Newel (A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata) e o roteirista Richard Curtis (Um Lugar Chamado Notting Hill) fizeram mágica.

Newel, ao dar closes generosos naquele sorriso de dentes ligeiramente tortos e no olhar de azul ofuscante e pálpebras meio caídas. E Curtis, ao beber no humor cínico e perspicaz típico dos britânicos e colocá-lo à perfeição na embocadura do protagonista. Resultado: Globo de Ouro de melhor ator em comédia e musical e portas abertas em Hollywood. O filme se estrutura justamente entre quatro casamentos e um funeral, não necessariamente nessa ordem.

O solteirão Charles (Hugh Grant) e seu inseparável grupo de amigos estão sempre entre os convidados – ou no altar! Logo no primeiro casamento, ele se encanta com Carrie (Andie MacDowell), a americana sofisticada com quem passa uma noite incrível. O status dessa relação é diferente em cada uma das cerimônias e, mesmo sem desfocar do par central, o enredo cuida bem dos coadjuvantes. Vale destacar Kristin Scott Thomas (O Paciente Inglês) como uma “nariz em pé” do bem que tem um amor platônico, e Simon Callow (Shakespeare Apaixonado) na pele de um gay sem medo de “causar”.

Quatro Casamentos e um Funeral abraçou os clichês da comédia romântica com irreverência, e foi com o mesmo ímpeto que, 25 anos depois, o elenco original se reuniu para uma continuação, na verdade um curta-metragem beneficente produzido pela rede americana NBC. Chama-se One Red Nose and a Wedding e vai aqui o link para vocês assistirem. E mais: também em 2019, o canal de streaming Hulu produziu uma série homônima inspirada no filme.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Quatro Casamentos e um Funeral/Four Weddings and a Funeral
Direção: Mike Newell
Duração: 117 minutos

País de Produção/Ano: Reino Unido, 1994
Elenco: Hugh Grant, Andie MacDowell, James Fleet, Kristin Scott Thomas, John Hannah, Simon Callow, Charlotte Coleman
Distribuição: Fox Film do Brasil


Assista Agora!
Amazon Prime Vídeo iTunes

Comédia Romântica
Um Lugar Chamado Notting Hill/Notting Hill

Um Lugar Chamado Notting Hill/Notting Hill

POR SUZANA UCHÔA ITIBERÊ

Cinco ano depois de ser catapultado para o estrelato com Quatro Casamentos e um Funeral, Hugh Grant repetiu a parceria com o roteirista Richard Curtis nessa comédia romântica ainda mais refinada. O bairro de Notting Hill virou ponto turístico com o sucesso do filme, mas já era uma região badalada e charmosa da capital inglesa, com suas casinhas coloridas que abrigam antiquários, mercadinhos e lojas de moda vintage, além de vários cafés.

É ali que o divorciado William Thacker (Hugh Grant) tenta sobreviver como dono de uma pequena livraria especializada em guias turísticos. É ali também que um dia entra a estrela de Hollywood Anna Scott (Julia Roberts, Comer, Rezar, Amar), que está na cidade para divulgar seu último filme. Ele fica bobo com a célebre cliente e basta um gesto desajeitado, e um suco derramado, para esses dois trocarem olhares e o cupido acertar a flecha.

Curtis assina o roteiro, mas quem conduz a dupla pelo terreno pantanoso de um amor improvável é o sul-africano Roger Michell (Chá com as Damas). Anna acompanha Thacker em um evento familiar e degusta de uma normalidade que há tempos não faz parte do seu cardápio. Ele, por sua vez, acha surreal tê-la ali a seu lado e tenta manter os pés no chão.

Não faltam obstáculos entre esses dois e o preço da fama ganha uma abordagem dramática. Mas há riso de sobra em Um Lugar Chamado Notting Hill. Grant faz um humor sutil e as gargalhadas ficam por conta do personagem de Rhys Ifans (Segredos Oficiais), o amigo amalucado que aluga um quarto na casa do protagonista. A sequência final é inesquecível e a canção “She”, interpretada por Elvis Costello, que abre e fecha o filme, fica embalando a gente por um bom tempo depois da sessão.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Um Lugar Chamado Notting Hill/Notting Hill
Direção: Roger Michell
Duração: 124 minutos

País de Produção/Ano: Reino Unido/EUA, 1999
Elenco: Hugh Grant, Julia Roberts, Richard McCabe, Rhys Ifans, James Dreyfus
Distribuição: Universal Pictures


Assista Agora!
Looke Google Play iTunes Amazon Prime Vídeo Vivo Play Telecine Play NET NOW Youtube

Comédia Romântica
 Letra e Música/Music and Lyrics

Letra e Música/Music and Lyrics

POR FÁTIMA GIGLIOTTI

Hugh Grant (Um Lugar Chamado Notting Hill) fez aulas de dança e canto para interpretar Alex Fletcher, líder da fictícia banda Pop, enorme hit nos anos 1980. A comédia romântica Letra e Música começa com o videoclipe do maior sucesso do grupo e já estabelece o tom do filme, um petardo irônico, acidamente crítico e algo nostálgico do glamoroso mundo do showbiz, sobretudo da música. Vinte anos depois, Alex vive do passado fazendo shows de playback em feiras e eventos para um séquito fiel de fãs quarentonas, consciente e à vontade com sua decadência.

Mas tudo muda quando a superstar teen Cora Corman (Haley Bennet, Missão no Mar Vermelho) declara ser sua fã e pede uma composição inédita dele para seu novo álbum. O problema é que Alex não escreve uma letra desde o fracassado CD solo que lançou após o término da banda, e tem apenas três dias para compor a canção. E não é que Sophie (Drew Barrymore, Juntos e Misturados) aparece para regar as plantas do apartamento de Alex com um surpreendente talento para escrever letras de música?

A inusitada parceria pode fazer bem aos dois. Alex não acredita mais em seu talento musical e Sophie em seu talento literário, principalmente depois do fracassado romance com um premiado escritor. Assim, do fracasso de Alex e Sophie, o diretor e roteirista Marc Lawrence (Amor à Segunda Vista) cria deliciosos diálogos sobre novas chances, embalados por canções originais no pano de fundo. O elenco de apoio é dos melhores, com o dedicado agente de Alex, Chris (Brad Garrett, a série Everybody Loves Raymond), e a hilária irmã de Sophie, Rhonda (Kirsten Johnson, Deslize), a autoritária dona de uma rede de spas.

Além de Cora, claro, a diva pop que abre a turnê Mundo Cármico com uma performance dentro de uma gigantesca estátua do Buda, sem deixar nada a desejar para rivais como Shakira ou Britney Spears. Mas o show é mesmo de Hugh Grant, que aos 47 anos provou que ainda tinha carisma e charme de sobra para estrelar uma comédia romântica.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Letra e Música/Music and Lyrics
Direção: Marc Lawrence
Duração: 94 minutos

País de Produção/Ano: EUA, 2007
Elenco: Hugh Grant, Drew Barrymore, Haley Bennett, Brad Garrett, Kristen Johnston
Distribuição: Warner Bros.


Assista Agora!
Netflix Looke Google Play Globoplay Youtube

Comédia Romântica
Virando a Página/The Rewrite

Virando a Página/The Rewrite

POR FÁTIMA GIGLIOTTI

A quarta parceria entre o diretor e roteirista Marc Lawrence e Hugh Grant, depois de Amor À Segunda Vista (2002), Letra e Música (2007) e Cadê os Morgan? (2009), marcou a volta do ator como protagonista após cinco anos. Hugh Grant ameaçou abandonar a carreira em algumas ocasiões, principalmente após dedicar-se, a partir dos anos 2000, à acirrada campanha política em defesa da privacidade do cidadão global, mas acabou sucumbindo a bons papéis e projetos, como este Virando a Página.  

Imagens reais do ator recebendo o Globo de Ouro de 1995 por Quatro Casamentos e um Funeral são usadas na montagem fictícia de um flashback do personagem Keith Michaels (Grant), que ganhou um Oscar de melhor roteiro original e depois desceu ladeira abaixo na fama em Hollywood e na vida pessoal. Tanto que agora só lhe resta trocar a ensolarada Los Angeles para dar um semestre de aulas de Roteiro para Cinema na Universidade Binghamton, na friorenta cidade que lhe empresta o nome no extremo norte do Estado de Nova York.

Lá, o desconforto disfarçado de descaso blasé, principalmente quando alunos e professores parecem venerá-lo pelos 15 minutos de fama em Hollywood, dá lugar a uma estreia acadêmica tumultuada, com direito a violação de regras e o caso com uma aluna. Quem o ampara é Holly (Marisa Tomei, Só Você), uma aluna mais madura que, claro, vai transformar a vida de Michaels. Allison Janney (Má Educação) e J.K. Simmons (O Favorito) brilham como coadjuvantes de luxo.

Marc Lawrence volta a abordar o tema da segunda chance, mas agora com uma alfinetada em Hollywood. Não perde a chance, inclusive, de fazer graça com o passado de seu astro. Michaels se indispõe com uma colega poderosa da universidade, especialista na obra da escritora Jane Austen, que pergunta ao professor novato se ele conhece a personagem Elinor Dashwood, do romance Razão e Sensibilidade. Na adaptação do romance para o cinema, dirigida por Ang Lee, que deu a Emma Thompson o Oscar de melhor roteiro, Grant interpretou justamente o par romântico de Elinor.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Virando a Página/The Rewrite
Direção: Marc Lawrence
Duração: 106 minutos

País de Produção/Ano: EUA, 2014
Elenco: Hugh Grant, Marisa Tomei, Bella Heathcote, Chris Elliott, Allison Janney, J.K. Simmons
Distribuição: Diamond Films


Assista Agora!
Google Play NET NOW iTunes Youtube

Compartilhe!

Suzana Uchôa Itiberê

Suzana Uchôa Itiberê

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista de plantão, crítica de cinema (não muito) chatinha e editora caprichosa. Cria do jornal O Estado de S. Paulo, trabalhou nas revistas TVA, Set, Istoé Gente e foi cofundadora da revista Preview. Membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!