terça, 11 de maio de 2021

Meu Eterno Talvez


Meu Eterno Talvez
Assista Agora!
Netflix

Na esteira do inesperado sucesso Podres de Ricos, Meu Eterno Talvez chega forte na Netflix e comprova que Hollywood finalmente abriu-se aos asiáticos. Ali Wong (da série American Housewife) interpreta Sasha, filha de chineses e vietnamitas, celebridade da gastronomia com seus restaurantes de comida típica, prestes a inaugurar mais um deles em sua cidade natal, San Francisco. Randall Park (Homem-Formiga e a Vespa) é Marcus, descendente de coreanos, com muito menos afetação: ainda não conseguiu deixar a casa e a empresa do pai, e toca numa banda de hip hop conhecida apenas no seu bairro.

Sasha e Marcus foram amigos inseparáveis na infância e adolescência, mas quando tentaram ser algo mais, foi uma catástrofe. Agora, 16 anos depois, eles se reencontram e o afeto de antes se revela intacto. Mas não será nada fácil. O fato de estarem ambos namorando também não ajuda.

Se o casal central tem afinidade e uma certa química, o humor fica a cargo de um simpático trio de coadjuvantes – o amigo de Marcus, Tony (Karan Soni, de Deadpool 2), a assistente de Sasha, Verônica (Michele Buteau), e o pai de Marcus (James Saito, da série Altered Carbon). Mas quem rouba a cena mesmo é Keanu Reeves, que usou cinco dias de folga das filmagens de John Wick 3: Parabellum para fazer uma hilária participação especial, em uma versão debochada de si próprio.

Como Marcus toca numa banda de hip hop, a trilha sonora traz três canções originais, compostas em parceria por Park e o famoso produtor Dan Nakamura, ou Dan The Automator. A divertida “I Punched Keanu Reeves”, que toca durante os créditos finais, é impagável.




Trailer

Ficha Técnica

Título: Meu Eterno Talvez/Always Be My Maybe
Direção: Always Be My Maybe
Duração: 101 minutos

País de Produção/Ano: EUA, 2019
Elenco: Ali Wong, Randall Park, James Saito, Vivian Bang, Karan Soni, Daniel Dae Kim, Keanu Reeves
Distribuição: Netflix

Assista Agora!
Netflix

Compartilhe!

Fátima Gigliotti

Fátima Gigliotti

Posts do Autor

Cinéfila incorrigível, jornalista, editora, professora (não muito), crítica (chatinha) de cinema e audiovisual. Trabalhou no jornal A Folha de São Paulo, na coleção Cinemateca Veja, nas revistas TVA, Ver Vídeo, Set, Querida e Preview.

Comentar

* Informação requerida
1000
Iamgem do Captcha

Comentários (0)

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!